SEJAM BEM VINDOS!!!


quarta-feira, 30 de maio de 2012

Hoje no Bom dia Brasil



Edição do dia 30/05/2012
30/05/2012 07h57 - Atualizado em 30/05/2012 07h57

Despoluição do Rio Tâmisa, em Londres, é seguida por várias cidades

O Tâmisa era um rio biologicamente morto que reviveu em menos de 50 anos. O investimento e a tecnologia necessários não foram poupados nesse trabalho de quase três gerações.

Londres limpou um rio maior que o Rio Pinheiros: o Rio Tâmisa. A despoluição do Tâmisa é um dos exemplos seguidos por várias cidades que tiveram o mesmo problema. Um rio biologicamente morto reviveu em menos de 50 anos. O investimento e a tecnologia necessários não foram poupados nesse trabalho de quase três gerações.
No século 19, o rio era conhecido como “O Grande Mau Cheiro”. Eram comuns as epidemias de cólera. Em pleno reinado da Rainha Vitória, as sessões do Parlamento, que fica bem na margem do rio, tinham que ser suspensas quando o vento levava o odor para dentro do prédio. Primeiro, foi construído um sistema de captação de esgoto, em 1958. A solução não resistiu ao crescimento da população. E na década de 50 do século 20, vieram mais estações de tratamento.
Hoje, a empresa de saneamento de Londres continua a investir na infraestrutura. Dois barcos percorrem o Tâmisa de segunda a sexta e retiram 30 toneladas de lixo por dia. Todos os detritos são coletados por grades instaladas na proa e por esteiras que varrem o leito do rio. Câmeras de vídeo, radares e sonares informam a localização do lixo. O sistema funciona. Hoje, existem 121 espécies de peixes no Tâmisa e mais de 400 espécies de invertebrados.
Um rio como esse é o centro da vida na cidade. No jubileu dos 60 anos de reinado de Elizabeth II, o Tâmisa vai ser personagem de destaque. No domingo, um desfile fluvial de mil barcos, uma flotilha com toda a realeza, vai passar sob as três pontes principais ao som de música ao vivo em uma ocasião que vai lembrar as telas dos séculos 17 e 18.

Fonte:Bom Dia Brasil








                                 Fonte:Wikipedia

13 comentários:

Larissa Lieders disse...

Muito boa essa história sobre o Tâmisa! Gostaria de ver isso aqui nos rios Pinehiros e Tietê...
Bj

casa de fifia disse...

QUE NOTICIA MARAVILHOSA.
NÃO SABIA DISTO.
SE FIZERAM ESSE MILAGRE COM O TAMISA, SIGNIFICA QUE O TIETE TAMBÉM TEM JEITO.

BACI

Fats Arteira disse...

Bela reportagem....sonho em ver os rios que atravessam minha cidade limpos....Rio Pinheiro e Tiete....
bjs
Fats

Patricia Galis disse...

O trabalho efetuado neste rio foi exemplar, diferente do nosso rio Tiete que apesar dos aparentes esforços continua uma sujeira só, quem sabe um dia chegamos a essa qualidade de limpeza.

O meu pensamento viaja disse...

Todos os governos deveriam levar a peito esse projeto.
Beijo

R. R. Barcellos disse...

O exemplo está aí. Basta segui-lo - mas primeiro precisamos despoluir a cloaca da corrupção política, e assim as verbas chegarão onde devem chegar.
Abraços.

Ivani disse...

Oi querida, boa tarde!
Nada como ser primeiro mundo, não é mesmo?
Por aqui quanto mais fede mais fede!
Um dia ainda chegaremos lá. se Deus permitir.
Penso que não vou ver o Tietê com suas águas brilhando ao sol.
Só se for bem longe, lá pelo interior, onde ele ainda é limpo (mais ou menos!).
Povo que acha linda a "lei de Gerson" não mereçe coisas bonitas.
Beijos minha amiga, e parabéns para eles lá...

♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

Boa tarde


Passando pra deixar um beijo e desejar um quarta-feira linda pra você.

Ani

✿ chica disse...

Que isso fosse trazido pra cá..Lindo exemplo! beijos,tudo de bom,chica

lis disse...

Otima lembrança de postar sobre essa experiencia bem sucedida do rio de Londres.Leninha.
E nós aqui com tantos rios urbanos precisando de bem menos e ninguém preocupado ou 'com dinheiro' pra tal!
afinal precisam é enriquecer, viajar,
comer bem ,enfim, esbanjar bastante.
Vamos ver agora no Rio a visita das delegações pra o Rio +20 uma conferência internacional sobre a "economia verde" a sustentabilidade.Nomes bonitos né Leninha?
vamos aguardar... rs
escrevi muito, as vezes me empolgo rs
um abraço grande

Mônica disse...

Leninha
A gente tem que valorizar o trabalho bem feito em beneficio do meio ambiente. Espero que copiemos para o nossos rios brasileiros.
com carinho Monica
Obrigada por suas palavras la no meu cantinho

Brechique da Dodoca disse...

Oi, Leninha!
Acredita que passei mais cedo por aqui, li esta postagem super interessante, escrevi meu comentário e, quando cliquei para postá-lo... cadê? Deu um siricutico! E nem consegui voltar na mesma hora!
Mas, voltei. Não adianta.
Achei todas essas informações que vc nos passou maravilhosas: provam que é possível sim, consertar o que está errado. Basta querer e investir, ao invés de alimentar a própria vaidade, né não?
Bjsssssssssss, quérida!

Josú! Barroso disse...

Superinteressante.
Beijo!