SEJAM BEM VINDOS!!!


domingo, 5 de agosto de 2012


JÁ NÃO HÁ DOMINGOS – Mia Couto


Todas as vidas gastas
para morrer contigo.
E agora
...esfumou-se o tempo
e perdi o teu passo
para além da curva do rio.
Rasguei as cartas.
Em vão: o papel restou intacto.
Só os meus dedos murcharam, decepados.
Queimei as fotos.
Em vão: as imagens restaram incólumes
e só os meus olhos se desfizeram, redondas cinzas.
Com que roupa
vestirei minha alma
agora que já não há domingos?
Quero morrer, não consigo.
Depois de te viver
não há poente
nem o enfim de um fim.
Todas as mortes gastei
para viver contigo.
(extraído da página do Facebook:
de Anabela de Araújo)

42 comentários:

Silenciosamente ouvindo... disse...

Eu também tenho este texto num dos
meus blogues.
Desejo que estejam a passar um
bom domingo.Obrigada pela visita.
Beijinhos
Irene Alves

Ricardo e Regina Calmon disse...

Belo texto post,para uma nova semana abrir

hugsssssssssssssssssssssssss

Regina e Ricardo

Maria Célia disse...

Oi Leninha
O Mia Couto é um grande escritor que descobri alguns anos atrás, através da indicação de um amigo muito fera em literatura.
Beijo.

lis disse...

Um belo poema de Mia Couto.
'com que roupa/vestirei minha alma?
Ele é intenso nas palavras e sempre enfático!
minha alma anda vestida de poesia/ talvez precise dar a ela um descanso rsrs ( ?)
Te abraço nessa noite desejando uma semana bem feliz Leninha

*Escritora de Artes* disse...

Belíssimo texto...

Querida amiga, que sua semana cheia repleta de saúde e luz...

Bjos

✿ chica disse...

Lindo texto, Leninha! Tuas escolhas são ótimas!!beijos,tudo de bom,chica

Anne Lieri disse...

Leninha,uma poesia muito linda que escolheu!Tocante demais!bjs e boa semana!

ValériaC disse...

Belíssimo poema deste escritor, Mia Couto.
Boa semana florzinha, beijos,
Valéria

Lita disse...

Tão bonito...
Boa semana.Beijos
Lita

Ilca Santos disse...

Leninha querida,
Belo e sensível poema! Adorei!
Uma excelente escolha, amiga!

Que sua semana seja muito feliz!
Beijo enorme.

Mônica disse...

Leninha
Belo texto.
Uma boa semana pra voce
um carinhoso abraço de Monica

Helena Chiarello disse...

Lindo, lindo!!

Eu ando uma manteiga derretida... Chorando com a mesma facilidade para as coisas tristes e as coisas belas... rs

Um beijo no coração, Leninhamada... E perdoe minhas ausências...

Meu sempre carinho!

Tina Bau Couto disse...

Oi querida!
Belo texto e que cantemos a certeza de sermos eternos aprendizes, pois a vida, com ou sem domingo, na alegrai ena tristeza é bonita, é bonita e é bonita.
Boa semana pra vc, adoro suas visitas :)

Mona Lisa disse...

Belo e intenso poema!

Soberba escolha.

Beijos.

J Araújo disse...

Obrigado Leninha pelo comentário deixado lá no Serras...É sempre bom ter sua opinião.

Com referencia a texto, uma pérola!

Bj

Amapola disse...

Boa noite, querida amiga Leninha.

Que texto!!
Os domingos nos trazem tanta reflexão...

Beijos.

Brechique da Dodoca disse...

Oi, querida Leninha!
Não conhecia este poema tão belo e melancólico. Já me senti exatamente assim, como ele discorre, em minha vida: "Com que roupa vestirei minha alma agora que já não há domingos?" e muitos dos meus domingos perderam o sentido. É dor que parece não passar nunca.
Mas descobrimos que passa. Ou que não passa, mas não nos impede de ver surgirem os domingos.
Bjsssss, quérida!

Malu disse...

Palavras tocantes presentes nos versos de Mia Couto.
Gostei muito.
Abraços e meu carinho!!!

Eloah disse...

Que belo poema de Mia Couto! Fiquei encantada.Bela escolha.Parabéns!Obrigada amiga pelos generosos comentários no meu Blog. Bjs Eloah

Aleatoriamente disse...

Emoção aqui.Fiquei mesmo vó com tua escolha.
É lindo esse poema!

Te adoro preciosa minha.
Com carinho

♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

Boa tarde Leninha querida


Lindo esse poema...


Beijos
Ani

Tina Bau Couto disse...

Querida Leninha

Te convido a ir lá no blog ver e comentar a premiação de meu irmão, tô toda orgulhosa \o/

AFRICA EM POESIA disse...

LENINHA

Com o prado verde
o coração sente a pureza da vida...

um beijinho

Prado Verde

Como o prado é verde...
Verde com salpicos aqui e ali...

Mas o todo é sempre verde...
E o olhar corre toda a extensão...
E fico a ver o verde o tal verde...
Que nos dá liberdade...
Que nos mostra esperança...
Que nos deixa que o infinito seja verde
E deixa que os olhos continuem...
A olhar e continuem a amar!...

LILI LARANJO

Rita disse...

Texto lindo
Com as imagens fantásticas
Eu adorei, tudo combina
Abraços com carinho
Rita!!!!

Lucinha disse...

Leninha,

Tudo que você nos trás é muito bem escolhido e lindo.

Gostei dessas cores do blog, ficou mais claro.

Um lindo e abençoado dia pra você. Beijos

Samanta Sammy disse...

Olá Leninha querida, como vai ?

Belíssima escolha para compartilhar conosco ! Adoro textos assim, cheios de intensidade e beleza, acabam nos envolvendo e nos fazendo pensar em nossas próprias vivências. Já me senti desta forma, totalmente entregue e exausta, mas faz parte da vida não é mesmo , e assim vamos nos recompondo devagarinho e seguimos mais fortes, mas a marquinha fica sempre no coração :)

Um mega beijooooooooo e que seu restinho de semana seja maravilhoso !!

Anne Lieri disse...

Leninha,passando para reler essa bela poesia e te desejar uma boa quinta feira!bjs,

Ricardo e Regina Calmon disse...

Ler cometários teus, é sentir o que criamos em post forma,maneira nossa de adoçar girassólicas queridas personas como YOUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!
Bzuz Fraterníssimos em tuo core!

Viva La Vida

Toninhobira disse...

E nós recebemos uma bela partilha de um texto fantastico de bela inspiração e construção.
Grato Leninha.
Meu terno abraço.
Bjo.

Guma Kimbanda disse...

Grato pela visita lá na "serra...", uma honra, que espero continuar a merecer.

Adoro ler Mia Couto, penso conhecer tudo quanto editou, mas nunca é demais reler. Tenho-lhe grande admiração pelo saber, pela criatividade, onde inclusive explora palavras novas e um inconfundível jeito tão seu de comunicar. Pessoa de grande humanismo que sigo atento. Um exemplo de quem a partir de figura pública e projecção mundial que tem, consegue fazer ouvir as vozes de quem não tem audiência.

Beijo e kandando agradecido por este belo momento.
Inté

ღα૨gѳђ ખ૯૨ท૯૮ઝܟ disse...

Intenso ...


Beijo

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom domingo minha carinhosa amiga !
bjs de dia de domingo !!!!!

♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

Você sempre uma linda quando comenta no meu blog... Por essas e por muitas outras que digo que adoro você do fundo do meu coração.


Beijos
Ani

LUCONI disse...

Leninha lindo demais muito profundo as analogias são perfeitas, beijos Luconi

Aleatoriamente disse...

Que coisa tão linda vó!
Eu não conhecia, é emoção pura.

Beijo preciosa.

R. R. Barcellos disse...

Luas não param no céu
Chuvas não param seus pingos
Horas não param ao léu
(Só durante os Domingos)...


Beijo.

Mery disse...

Maravilha !
Me comoveu a poesia e eu aprecio os domingos, enquanto eles existem para mim. Muita sensibilidade e encantamento; triste, sim.
Mas os poetas são assim "nostálgicos*
Bjinhos

Portal de blogs Teia disse...

Olá.
Gostei muito do blog,parabéns.
Quer fazer parte do Portal Teia,se quiser é só nos fazer uma visitinha.
Te espero lá.

ONG ALERTA disse...

Bela escolha, beijo Lisette.

Lucinha disse...

Leninha,

Passei pra deixar um grande abraço, e desejar um lindo e abençoado dia. Beijos

Ramana disse...

Oi amiga, td bem?
Voltei hoje, após um grande dia dos pais! Muitos já se foram, não é, mas nos reunimos e comemoramos junto com os papais vivos. Parecia até dia de natal rsrsrs...Obrigada pela visita e parabéns pelo trabalho aqui: os textos estão ótimos. Bj e fique com Deus! Ramana

Sissym disse...

Leninha,

Embora bonito, é melancolico.
Rasguei as cartas, queimei as fotos, ..., coração partido, lagrimas no rosto, orgulho ferido, incertezas. A vida não deveria ter estes momentos tristes, mas sem eles não temos como aprender a superar e amadurecer.

Beijos