SEJAM BEM VINDOS!!!


quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Um pouco do Pão e Poesia

O tempo pode te rabiscar o rosto
Pode te pratear os cabelos
Mas não deixe que o tempo te apague o viço
Nem te adormeça o riso
Conserva teu jeito de olhar macio
Tua capacidade de sonhar

Guarda em ti tuas vontades mais absurdas
Teus desejos infantis
Tuas manias sem sentido
Conserva tua poesia, teu amor proibido
Reserva também tua indignação, tua rebeldia
Guarda tua teimosia
Não te acomodes com as voltas do tempo
Renova-te a cada manhã, a cada pão
Por dentro, não deixe o tempo te roubar a vida.

Ana Luiza Fireman

15 comentários:

✿ chica disse...

O tempo pode nos fazer mal, mas não podemos nos entregar pra ele...Viver com alegria sempre!beijos,chica

Mona Lisa disse...

O tempo passa por fora, mas por dentro só se deixarmos!

Belíssima poesia!

Beijos.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Uma bela poesia de amor à vida!
Obrigada, Leninha, por me fazer conhecer Ana Luiza Fireman.
Meu carinho, num beijo!

P.S.
Hoje vim também para dizer a você que tomei a "santa" liberdade de indicar TUDO A VER para um saudável desafio.
Veja lá na Cadeirinha de Arruar e fique bem à vontade para aceitar ou não o tal desafio...
Beijos,
da Lúcia

manuela barroso disse...

Volto a comentar já que o outo fugiu...
Ah Leninha mas como cortar o pincel ao tempo e olhar com o mesmo sol? Como sonhar se as insónias atormentam? Como ter desejos infantis apelidados de idiotas? Como conservar amores se nos cortaram as asas?
Daí a teimosia, indignação e a revolta! Mas a poesia essa ficará como recordação...de tanta proibição!
Ternurento abraço

coresdocaminho - Alice disse...

Oi Leninha, nao podemos impedir que o tempo passe, mas podemos viver aproveitando da melhor maneira, todo nosso tempo.
Bjks e otimo findi semana

Mari Rehermann disse...

Lindo!! O nosso tempo, é a gente que faz! Vamos viver cada momento, semeando amor e paz!!

Beijinhos!!♥

tecas disse...

Adorei a beleza do « pão e poesia» da poeta Ana Luisa Fireman. Lindo, lindo mesmo.
Beijinho amigo e bem haja pela partilha.

Ivani disse...

Pois é Leninha, o tempo pode ser cruel, mas não podemos ceder a ele.
Precisamos sorrir e tentar ver beleza nas mínimas coisas.
Digo sempre que a vida já é tão dificil, tão cheia de surpresas desagradáveis, que não podemos piorar as coisas.
Temos o dever de ser otimistas, apesar dos reveses.
adorei esse texto, muito bom.
Beijos amiga, bom fim de semana.

Brechique da Dodoca disse...

Boa noite, Leninha!

Que poesia bonita!
Ando meio melancólica com essa coisa do tempo, não por mim, mas pelo que tenho visto do tratamento que os jovens dedicam aos seus idosos!
Aliás, hoje mesmo, vi uma mulher madura, de 50 anos, falando das "manias de velho" de sua mãe de 75, toda irritada! Uma falta de delicadeza e de carinho, um desrespeito às dores e anos vividos batalhando por aquela filha impaciente com sua velhice! Mesmo estando ela na beira da mesma situação!
Fiquei primeiro imbuída de abrir-lhe os olhos, depois irritei-me interiormente e, confesso, meu coração espumou de raiva pela injustiça!
Moral da história: minha pressão subiu e fiquei chateada comigo por minha falta de equilíbrio para receber e testemunhar aquela histtória! Fiquei melancólica... desculpe-me.
Bjsssss, quérida, Deus a abençoa!

lis disse...

Oi Leninha
O tempo realmente é implacável e tira o viço do rosto,da pele dos cabelos,mas não tira o mais importante a essência que existe em cada um.
Acho lindas todas as idades.
A poesia diz tudo Leninha, que a tenhamos na mente e renovemos a cada manhã.
bom domingo, meu abraço

BRECHÓ DO SUL . PODE SER !!! disse...

OI TUDO BEM !!
OI ADOREI SEU BLOG JÁ ESTOU SEGUINDO PODERIA POR GENTILEZA SEGUIR O MEU TAMBÉM , E CLICAR NO G+ . MEU BLOG É :- http://brechodosul.blogspot.com.br , VAI DAR UMA OLHADINHA SERÁ UM PRAZER EM RECEBER

OBRIGADA AGUARDO SUA GENTILEZA

MARCIA REGINA - DESCULPE-ME A LETRA GRANDE MAS SOU DEFICIENTE ESPECIAL,
OLHA SE PUDER VOTAR NA MINHA PAGINA NO TOP BLOG DO LADO ESQUERDO ESTA EU FIQUEI ENTRE AS 100 DE VARIEDADES EU AGRADEÇO POIS ESTOU NO SEGUNDO TURNO .

LINDA PAGINA E OBRIGADA

MARIA DA FONTE disse...

Sempre o TEMPO, o senhor do mundo...mas nós podemos ser suas aliadas...Lindo. Abraços

Smareis disse...


Olá Leninha!
Quantas saudades!
Depois de um tempo ausente cá estou eu.
Tem atualização no meu blog!
Uma belíssima postagem...
O tempo por vezes rabisca muito rápido, só não podemos deixar que ele toma as rédeas de nossa felicidade.

Obrigada pela bela postagem.
Beijos grande!
Ótimo domingo!

Paulo Francisco de Araujo disse...

O tempo só nos fortalece.
Adorei!
Um beijo grande

Ana Lua disse...

Muito legal saber que tantas pessoas se identificam com este poema. Eu o fiz num momento de superação, significa muito pra mim.
Obrigada!
Ana Luiza Fireman.