SEJAM BEM VINDOS!!!


segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Amigos



Talvez eu não tenha muitos amigos
Mas os que eu tenho são os melhores que alguém poderia ter.
Além disso tenho sorte, porque os amigos que tenho têm muitos
amigos e os dividem comigo.
Assim o meu número de amigos sempre aumenta, já que eu sempre ganho amigos dos meus amigos.
Foi assim aqui, uns eu ganhei há tempos, outros são mais recentes.
E quem os deu não ficou sem eles, pois a amizade pode sempre ser
dividida sem nunca diminuir ou enfraquecer.
Pelo contrário, quanto mais dividida, mais ela aumenta.
E há mais vantagens na amizade: é uma das poucas coisas que não
custam nada e valem muito, embora não sejam vendáveis.
Entretanto, é preciso que se cuide um pouco das amizades. As mais recentes, por exemplo, precisam de alguns cuidados...Poucos, é verdade, mas indispensáveis.
É preciso mantê-las com um certo calor, falar com elas mais amiúde e no início, com muito jeito.
Com o tempo elas crescem, ficam fortes e até suportam alguns trancos.

Prezo muito minhas amizades e reservo sempre um canto no
meu peito para elas.
E, sempre que surge a ocasião, também não perco a oportunidade de dar um amigo a um amigo, da mesma forma que eu ganhei.
E não adiantam as despedidas, de um amigo ninguém se livra fácil.
A amizade além de contagiosa é totalmente incurável. "

Vinicius de Moraes

11 comentários:

casa de fifia disse...

oi leninha
que texto lindo esse do Vinicius de Moraes, eu sou fortunada com amizades,porque conservo os velhos,aqueles que ficaram no brasil,e aqui fiz muitas outros novos.
querida um ótimo inicio de semana para você,

baci

Cacá - José Cláudio disse...

Oi, Leninha, das escolhas que podemos fazer na vida acho que uma das melhores (senão a melhor) é fazer e comparilhar amigos. E este texto do Vinícius é um edifício de lindeza. Abraços e ótima semana.

Luna Sanchez disse...

"Poucos e bons". Também os meus são assim.

Beijos, querida.

Anne Lieri disse...

Leninha,quanta verdade nessa poesia de Vinicius!A amizade pode mesmo sempre ser repartida!Linda demais sua escolha!Bjs,

Ivani disse...

Olá! quando comecei a leitura achei que o texto era seu.
Depois vi que era do Vinicius, não conhecia.
Mas adorei, tanta verdade e lucidez.
Ele era uma grande amigo de seus amigos, como comprova em vários textos e poemas sobre o assunto.Você também é uma querida, uma grande amiga, a gente sente isso em seus recados.
Sou grata por nossa recente mas sincera amizade.
Beijos, boa tarde!

manuela barroso disse...

Oi Querida Leninha!

De passagem...mas para te dizer que de mim...não te livras assim facilmente!Depois, o contágio é enorme! As despedidas não servem de nada..´. Não as levamos a sério.Voltamos sempre!
E façamos os dias felizes como aquela mensagem maravilhosa do teu post dos "Encantos"
Não vou despedir-me. Vou ausentar-me mais um pouco...

Volto em breve. Não te preocupes com a assiduidade.Sei que estas aqui!
Abraçooo!

Juliana Nascimento disse...

Ei Leninha!
Me considero abençoada no quesito amizades. Tenhos muitas, algumas distante, outras proximas. Um amigo para cada ocasião diferente,para farra, para choro, uns ciumentos, outros incompativeis entre si e até amigos virtuais, como você, que as vezes são até mais presentes que os reais. Amo muito tudo isso!
beijão linda!

Lucinha disse...

Leninha,

Deus me abençoou com amizades preciosas. Apesar de estar muito longe, tenho todos dentro do meu coração.
E continuo ganhando novos amigos. Você é um deles.
Tenha um abençoado dia.
Beijos

Leninha disse...

Amigos queridos, obrigada!!!Amo vocês...MUITOOOOOOO!!!
Bjssssssssssssssssssss

Sergio Martins disse...

Olá Leninha! É tão bom saber que temos amigos que nos amam. Amizade é luz na escuridão do outro. Bjs.

O meu pensamento viaja disse...

Leninha, antes de tudo, muito, muito obrigada pelo carinho.
Quanto ao texto de Vinicius, tenho algumas reservas e até já postei um texto sobre a amizade.
Gosto muito de muitas pessoas e sinto que sou gostada, permita-me a expressão, de volta. Acontece que AMIGO, para mim, é mais que irmão, é opção, é químico é simbiose.
E, como toda a gente sabe, a simbiose é um processo químico limitado.
Amigo é aquele ser que acode ao meu encontro telepaticamente, que dá o ombro, o cartão de crédito, o rim e nunca, mas nunca, cobra.
Se existe?
Existe, sim. Eu tenho alguns.
Depois, repito, há os outros, que eu amo, admiro , respeito e ajudo... mas não é a mesma coisa.
Beijo